quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Férias ...



  Estou em modo ... férias!!!!
  Deixo um cheirinho da broa caseira da minha sogra, amassada à mão e cozida em forno a lenha. Breve coloco a receita completa.

Desejos que tenham um dia fantástico e cheio de momentos bons!

quinta-feira, 8 de agosto de 2013

Cogumelos salteados com presunto e alcaravia

   Lista escolar na mão. E, nos neurónios à velocidade luz os euros [€] - a passar de lado para lado, como uma bola num jogo de flipper. Vou gastar tanto dinheiro!!!! A caminho de casa e a esperança de que os livros do 5º ano da minha filhota mais velha, estejam na lista. Lista de um lado, livros do outro, caneta na mão e no fim de conferir fica a faltar os de música, educação tecnológica e educação visual. Boas notícias, a minha filha mais nova já está [ou quase].
  Olho para o lado e um monte de livros do 1º ao 4 ano.  Lembrei-me do banco de livros que promovem e reutilizam os livros escolares, recebendo e entregando gratuitamente livros escolares usados. Assim hoje de manhã cedinho à porta do banco de livros com a lista numa mão e um saco cheio de livros. Deixei o saco e uma agradável sensação de ajuda e não desperdício. E vim-me embora que o manual de história do 7º ano em excelente estado. Só falta as restantes nove disciplinas ...!!!! Parabéns à iniciativa e obrigada aos voluntários do banco de livro que disponibilizam o seu tempo para ajudar os outros, gratuitamente.

  Hoje deixo uma sugestão bem simples e rápida. Uns cogumelos pleurothus salteados com presunto aos cubos e aromatizado com sementes de coentros e alcaravia.

  Fiquem bem.
Cogumelos Pleurothus
Alcaravia


»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
COGUMELOS SALTEADOS COM PRESUNTO E ALCARAVIA

Porção: 6
Tempo de preparação: 10 minutos
Tempo de Lume: 20 minutos
Lume
 
Ingredientes:
  • 300gr Cogumelos Pleurothus
  • 3 c. sopa Azeite
  • sal q.b
  • 1 c.chá Alcaravia
  • 1 c. café sementes de coentros moídos na altura
  • 1 c. sopa água
  • Molho de vinagre balsâmico
Preparação:
  Limpe os cogumelos de toda a sujidade. Separe as várias lâminas em tiras finas com a mão e reserve.
  Corte o presunto aos cubos pequenos e saltei-os no azeite. Adicione os cogumelos, a água, as sementes de alcaravia esmagadas, os coentros moídos e o sal. Deixe a cozer em lume brando por 20 minutos.
  Rectifique os temperos.
  Retire do lume e regue com o molho balsâmico.
  Sirva morno com umas tostinhas ou umas fatias de pão rústico.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Barritas de arroz tufado, marshmallows e chocolate

  Sabem quando vemos algo e ficamos em pulgas para fazer? Os dias passam e a ideia não nos sai da cabeça? E como que por maldição, todos os dias se vê essa mesma imagem! Barrinhas estaladiças, doces, saborosas. Lindas!!!!
  Já não podia adiar mais. Até porque, são tão simples de fazer ... Uma breve passagem pelo supermercado, todos os ingredientes dispostos na bancada da cozinha, começa-se a seguir os passos da receita.

  A parte de derreter o chocolate, ok fácil. A seguir derreter os marshmallows. Certo simples. Marshmallows e a manteiga na panela, leva-se a lume até derreter. De vez em quando mexe-se. E nada, não está a derreter. De repente como por magia de estado sólido passa a estado líquido. Como as minhas panelas têm fundo térmico continuava a fervelhar. Em vez de líquido ficou semi caramelizado. Mas nada de pânico! Adicionei a margarina e misturei. Juntei o arroz tufado e envolvi. Tudo como mandava na receita. 
  Papel vegetal colocado na travessa. Comecei por tirar uma porção da mistura de arroz tufado, para a primeira camada. Como por magia a parte do marshmallow passou a pastilha elástica. Ao tirar a mistura formavam-se fios, como teias de aranha. Não se desprendia da colher e não agarrava ao fundo do papel vegetal. Uma luta entre Paula e "pastilha elástica". Finalmente a primeira camada. Segue-se a camada de chocolate, uma camada de bolachas, novamente chocolate. Quando vou para colocar segunda camada da mistura de arroz, esta já estava completamente fria. Bem se anteriormente foi uma luta, nesta altura estava aberta a guerra mundial.
  O que deveria ter demorado uns dez minutos, levou quase uma hora. Ufa, Ufa!!! Finalmente uma camada uniforme, finalizada com uma camada de chocolate.
  Colocada no frigorífico e vamos lá ver como ficou!
  A hora da verdade. O primeiro corte. Bem crocante. Está com bom aspeto
  Agora para os cortes prependiculares. Uau, lindo. Ficou lindo!!!!
  Todos os bocadinhos cortados e viradinhos. LINDOS!! Agora provar. HMMMMM que BONS!
  Valeu a pena! Receita a repetir, registado que é preciso ter atenção [muita] a derreter os marshmallows.

  Estas barritas vão estar presentes na festinha de anos da minha filhota mais nova. Sucesso garantido entre a pequenada e os grandinhos!

  Fiquem bem!

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
BARRITAS DE ARROZ TUFADO, MARSHMALLOWS E CHOCOLATE

Porção: 20
Tempo de preparação: 10 minutos
Tempo de lume: 15 minutos
Lume
Fonte: Bakers Royale

Ingredientes:
Preparação:
  Barre com margarina uma travessa de 16x22 cm e forre com papel vegetal.
  Coloque o chocolate partido e as natas numa taça e coloque em banho maria. Mexa de vez em quando até estar completamente derretido.
  Num tacho coloque os marshmallows e a manteiga. Leve a lume brando e mexa para que a temperatura fique uniforme por todos os marshmallows. Cuidado que os marshmallows passam de estado solido para estado líquido num instante. Assim que derrete retire do lume. Junte a margarina e envolva. Junte o arroz tufado e envolva.
  Tire metade da quantidade da mistura de arroz tufado e espalhe no fundo da travessa. Pressione e uniformize por toda a travessa.
  Tire um terço da msitura de chocolate e espalhe por cima do arroz tufado.
  Coloque os wafers por cima do chocolate alinhados. 
  Por cima dos wafers espalhe o segundo terço da mistura de chocolate. 
  Espalhe a segunda parte reservada da mistura de arroz tufado. Pressione e faça o topo plano.
  Por último espalhe a restante mistura de chocolate no topo.
  Leve ao frigorífico por 20 a 30 minutos.
  Tire a barra da forma e corte-a às tiras. Repita no sentido contrário e fica com mini barritas.

Servir frias com um café!

terça-feira, 6 de agosto de 2013

Queijo chèvre gratinado com amendoim e mel

  Estas últimas semanas foram uma correria. Filhas de férias e em casa há que leva-las aqui e ali ... Limpeza de verão, separar as roupas que já não servem, guardar os livros escolares, separar os brinquedos, ... preparar tudo para as férias. Isto tudo conciliado com o trabalho ... ufa, ufa, ...
  Apesar de bem preenchido há sempre espaço para reunir amigos à volta da mesa. Prepara-se uns petiscos rápidos e saborosos, um queijinho gratinado sabe sempre bem.
  A apresentação tem um aspeto sofisticado, os olhos também comem! O mel derretido e fundido com o queijo chèvre. O amendoim tostadinho crocante em cada dentada e o seu sabor peculiar. As pimentas rosas de sabor doce, condimentado e um pouco picante. Yammi!
  Todos combinados e barrados numa fatia de pão é um bom início de repasto. Uma dentada, um golo de vinho branco maduro fresco e bom convívio.

Boa semana a todos!
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
QUEIJO CHÈVRE GRATINADO COM AMENDOIM E MEL

Porção: 10

Tempo de preparação: 5 minutos
Tempo de Forno: 15 minutos
Forno

Ingredientes:

  • Queijo chèvre (5cm de altura)
  • Azeite
  • Mel
  • Amendoim torrado salgado
  • pimenta rosa
Preparação:
  Barre a parte de baixo do queijo com azeite. Coloque o queijo num prato de ir ao forno. Espalhe por cima os amendoins, pimenta rosa e regue com fio de mel.
  Leve ao forno pre-aquecido a 180ºC até a parte central esteja mole e o topo gratinado, será aproxidamente 15 minutos. Cuidado muito tempo no forno pode acabar por quebrar as partes laterais do queijo.
  Sirva quente com umas tostas ou uma fatias de pão rústico.

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Bolo de chocolate com pepitas crisp

  Há pessoas sempre zangadas com todos e com tudo! Porque será?
  O dia a dia reserva-nos bons e maus momentos. Cabe a cada um de nós geri-los. Os maus momentos são dolorosos, ultrapassam-se, fortalecem-me e alguns deixam marcas. É seguir para a frente, a sorrir. Até parece que a minha vida é fantástica! É similar a muitas outras, só que para quê ficar a chorar? A vida segue e quero chegar ao fim do dia a sorrir. [Nem sempre acontece, mas tenta-se!]
  Conheço pessoas boas, outras menos boas. Pessoas simpáticas, outras menos simpáticas. Pessoas alegres, outras menos alegres. Há uma em particular que me deixa incomodada, diariamente contra tudo e todos. COMO É POSSÍVEL! [coitada]. Uma fatia deste bolinho alegra-la-á!
  Cá em casa só eu é que gosto de bolos. Como ando a evitar a doçaria não se tem feito. A minha mais nova, sempre pronta para as lidas da casa, aprontou-se para fazer um.
  -Só se o comeres!
  -Sim, simmmm ....
  Pois, pois o melhor é fazer um pequenino.
  Todos os ingredientes seleccionados. Mãozinhas pequenas a partir os ovos, a pesar a farinha, o açúcar ... Tudo preparado.
  Mão pequena a tratar de tudo. Ao virar o preparado para a forma:
  - Mãe, acabas de fazer? Estou cansada!

  Muito trabalho e um bolo fofinho e saboroso.
  Desta vez todos tiraram uma fatia e repetiram no dia seguinte. Fiquei espantada!

  Fiquem bem e bom fim de semana!

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
BOLO DE CHOCOLATE COM PEPITAS CRISP

Porção: 6

Tempo de preparação: 15 minutos
Tempo de Forno: 30 minutos
Forno

Ingredientes:

  • 3 Ovos (tamanho M)
  • 100gr Açúcar
  • 160gr Farinha 
  • 1 c.sobremesa Fermento químico
  • 120gr Chocolate Barra com 70% Cacau
  • 100ml Leite
  • pitada de sal
  • pimenta preta e verde moída finamente
  • Pepitas crisp de chocolate
Preparação:
  Prepare e pese todos os ingredientes.
  Entretanto derreta, em banho maria ou no micro-ondas, o chocolate no leite, deixe arrefecer e reserve.
  Bata os ovos inteiros até ao ponto de estarem bem firmes. Sem parar de bater junte o açúcar aos poucos até que esteja totalmente dissolvido. Enquanto está a bater junte uma pitada de sal e uma pitada de pimenta preta e verde moída finamente.
  Misture a farinha com o fermento.
  Envolva a farinha alternamente com o preparado de chocolate e leite. Comece pela farinha, seguido do líquido e termine novamente com a farinha [dica dada por um pasteleiro - faz com fique mais fofo].
  Verta para uma forma rectangular e cubra o topo com as pepitas crisp.
  Leve ao forno pre-aquecido a 180ºC durante 30 minutos. Faça o teste do palito antes de tirar o bolo. Introduza o palito no meio do bolo. Ao tirar não deverá ter muitas migalhadas ou massa muito húmida agarrado ao palito - este bolo não é totalmente seco e por isso o palito ao tirar terá umas migalhitas agarradas.
  Tire do forno e reserve por 10 minutos antes de tirar da forma. Tire da para uma base de arames até arrefecer.

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Enroladinhos com pesto e queijo


   As férias escolares são um stress cá em casa [note-se eu em stress!]. Depois de um ano lectivo bem trabalhoso, as pequenas merecem descansar. Em anos anteriores ficavam todo dia no ATL, ia busca-las mais cedo e ainda tinhamos tempo para uma praia ou passeio. Eram mais pequeninas e era um descanso. O verão passado estiveram com o centro de estudo. Foi um corre - corre. De manhã leva-las à praia, ir busca-las para almoçar. De tarde leva-las à piscina, ir busca-las. Passava o tempo para trás e para a frente [Help!!!). Mas foi sem dúvida para elas um Julho bem preenchido. Tiveram 2 semanas de surf, foram ao bowling, mini-golf e ao cinema.
  Este ano as pequenas pediram para ficar mais por casa, a descansar. Contava com tempo livre e já tinha tudo planeado. De manhã ficavam na cama até mais tarde e na moleza por casa. De tarde uma ida à praia, bowling, cinema, museu ... Como todos os planos, estão sujeitos a alterações. Em vez de mais tempo livre passei a ter as tardes super ocupadas. E agora? O que faço com as pequenas. Os dias têm sido passados entre actividades soltas e acompanharem-me para aqui e para ali. [Grrrrrr estou com os cabelos no ar e as pequenas elétricas]. O bom é que o mês está quase quase a terminar.
  São nestas alturas que sinto a falta de ter os meus pais por perto ... dava jeito uma ajudinha!
  Assim que chego a casa ou dão uma volta de patins, bicicleta ou uma ida à piscina ... Elas sentem a falta de actividades fisicas. Decididamente não foram feitas para ficarem em casa a descansar ...

  As pequenas estão maiorizinhas e gostam de me ajudar na cozinha.  Assim que chegamos a casa a mais nova pergunta, o que se vai fazer. Os enrolados são tão fáceis de fazer que ela tratou de [quase] tudo. Eu cortei as côdeas das fatias do pão. Ela espalmou as fatias com o rolo da massa, barrou com o pesto e queijo, enrolou e colocou na forma. Eu finalizei com o levar ao forno ...

  A pequena leva jeito!!! Ficaram bem bonitinhos estes enroladinhos.

Fiquem bem!

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
ENROLADINHOS COM PESTO E QUEIJO

Porção: 8

Tempo de preparação: 10 minutos
Tempo de Forno: 5 a 10 minutos
Forno

Ingredientes:

  • 4 fatias pão branco sem côdea
  • pesto
  • queijo creme fresco
  • manteiga ou margarina
Preparação:
  Espalme as fatias de pão com o rolo de massa.
  Barre um dos lados da fatia levemente com manteiga amolecida. No lado oposto barre ligeiramente com pesto e de seguida barre com o queijo. Enrole as fatias de modo a que o pesto e queijo fiquem para a parte interior.
  Coloque numa forma e cubra com papel de alumínio. 
  Leve ao forno pre-aquecido a 220ºC durante 10 minutos. Mas tenha atenção e vigie para que o pão não queime. Caso comece logo a tostar diminua a temperatura do forno.
  Barre ao de leve com manteiga amolecida ou fio de azeite, a parte superior.

  Sirva de quentinho!

terça-feira, 23 de julho de 2013

Beterraba cozida e guardada em vinagre

  A beterraba é um vegetal muito versátil, servida cozida ou crua. As mais pequenas são as mais saborosas. As folhas podem ser cozidas ou salteadas, como os espinafres ou acelgas.
  Aproveita-se tudo!
   As primeirinhas deste ano na hortinha dos meus pais. Ainda pequenas mas bem saborosas. É um vegetal que não falta lá por casa. Cozem-se e são guardadas no líquido da cozedura com sal e vinagre. Este processo só conserva durante 1 semana de modo que o desafio nesta época é fazer picles. Vamos lá ver se consigo!
  A beterraba para além de muito saborosa é muito nutritiva. Espreitem os benefício na página centro vegetariano.

  Desejos de um dia fantástico!
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
BETERRABA VERMELHA COZIDA E GUARDADA EM VINAGRE

Porção: 1
Tempo de preparação: 5 minutos
Tempo de Lume: 20 a 30 minutos
Lume

 
Ingredientes:

  • 1 Beterraba vermelha
  • vinagre
  • sal
Preparação:
  Deixe ficar um pouco do caule e reserve as folhas para outro fim, cozidas ou salteadas. Lave muito bem a beterraba com uma escova e passe bem por água.
  Coloque num tacho e cubra-as com água e uma colher de sopa de vinagre. Leve ao lume forte e deixe ferver por 5 minutos. De seguida passe para lume brando. O tempo de cozedura depende do tamanho da beterraba. Está pronto assim que estiver macia, entre 20 a 30 minutos. Espete um garfo, se entrar bem está pronto. Desligue o lume e deixe esfriar. Retire a pele com a mão, esta sai com muita facilidade.
  Corte às lâminas e coloque com frasco. Encha 2/3 do frasco com líquido de cozer  e 1/3 com vinagre e um pouco de sal.
  Guarde no frigorífico e serva frio.

segunda-feira, 22 de julho de 2013

Cestinhos com bacon salteado, cogumelos e ovo de codorniz


  Como foi o vosso fim de semana? Espero que bom. O meu foi bem calminho, sono em dia, leitura em dia e uma praia. As saladinhas, miminhos para petiscar e fruta foram a ementa.

  Os cestinhos são super rápidos de preparar e de sucesso garantido. Cá em casa o pão de forma é rei. Para as tostas do pequeno almoço, para o lanche e para preparar pequeno mimos para petiscar. Num instante prensa-se o pão, forra-se umas formas, prepara-se o recheio e o toque final, o ovo de codorniz. Vai ao forno para tostar e cozer a clara. E voilá, um petisco simples e saboroso que todos gostam.

  Desejos de uma excelente semana!
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
CESTINHOS COM BACON SALTEADO, COGUMELOS E OVO DE CODORNIZ

Porção: 12
Tempo de preparação: 15 minutos
Tempo de Lume: 5 minutos
Tempo Forno: 15 minutos
Lume + Forno

 
Ingredientes:

  • 12 ovo codorniz
  • 12 fatias de pão sem côdea
  • margarina de cozinhar
  • Azeite
  • cebola
  • bacon
  • cogumelos
  • sementes de coentros moídos na altura
  • sementes de piemnta preta e verde moída na altura
  • sa
  • cebolinho fresco
Preparação:

  Comece por preparar os cestinhos.

 

  Coloque as fatias de pão numa tábua e prense com o rolo da massa. Barre levemente um dos lados com margarina.



  Forre as formas de alumínio com as fatias de pão prensado, com a parte barrada em contacto com a forma. Ao colocar as fatias pressione o pão contra as paredes, de que modo forrar as paredes.


  Limpe o cogumelo de toda a sujidade e corte aos bocadinhos. Reserve.
  Leve ao lume o azeite, a cebola finamente cortada e o bacon aos bocadinhos, saltei. Junte os cogumelos aos bocadinhos e deixe cozer. Junte as sementes moídas na altura e tempere de sal. Cozinhe por 10 minutos.
  Encha os cestos até metade e abra uma cavidade no meio.
  Verta para dentro da cavidade o ovo.
  Leve ao forno preaquecido a 200ºC durante 10 minutos. O tempo depende se pretende a gema muito ou pouco cozida.
  Tire do forno e retire da forma.

  Sirva quentinho.





quinta-feira, 18 de julho de 2013

Cogumelos com bacon, coentros e queijo e uma boa surpresa

  Mais uma sugestão rápida de preparar os cogumelos para petiscar. Ideal para um momento de pouco tempo e a necessidade de preparar um miminho bom para amigos fantásticos, numa visita inesperada [uma boa surpresa]. Enquanto se conversa e as novidades são atualizadas, limpa-se os cogumelos, salteiam-se e levam-se ao forno a gratinar. Isto tudo acompanhado de um bom copo de vinho e boa disposição. Seguido pelos cogumelos quentinhos e o pão no molhinho bacon [delicioso] ... mais conversa e risos ...  umas fatias de queijo, uns tremoços, quebra-se umas nozes, mais um copo ... Depois, a despedida.   Beijos e um até breve!

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
COGUMELOS COM BACON, COENTROS E QUEIJO

Porção: 5
Tempo de preparação: 10 minutos

Tempo de Lume: 15 minutos
Tempo de Forno: 10 minutos
Lume + forno

Ingredientes:
  • 300gr Cogumelos Brancos
  • 50 gr pedacinhos de Bacon
  • 1 (25gr) cebola pequena
  • 1 c. sopa Azeite
  • sal q.b
  • 1 c. chá sementes de coentros moído
  • pimenta preta e verde moída na altura
  • 1 c. chá Vinagre Balsâmico
  • coentros frescos
  • queijo emmental ralado
Preparação:
  Limpe os cogumelos de toda a sujidade. Separe o caule e corte aos bocadinhos, reserve.
  Leve ao lume o azeite com a cebola cortada aos bocadinhos e o bacon e saltei. Adicione os caules e os cogumelos com a abertura para cima e saltei. Junte as sementes moídas na altura e tempere de sal e deixe ferver um pouco. Adicione os caules e os cogumelos virados para cima e deixe a cozer em lume brando por 10 minutos.
  Retifique os temperos.
  Retire do lume e coloque os cogumelos num prato de ir ao forno. Encha os cogumelos com o molho e leve ao forno pre-aquecido a 250ºC durante 10 minutos. Tire e espalhe por cima o queijo. Leve novamente ao forno para derreter. Tire e salpique com os coentros frescos e o vinagre balsâmico.
  Sirva morno com umas tostinhas ou umas fatias de pão rústico. O molhinho é divinal!



Fiquem bem!



quarta-feira, 17 de julho de 2013

Favas com bacon e ovo no forno


  Cá em casa a fava continua a reinar. Desta vez os pedacinhos de bacon salteados para de seguida juntar as favas. Um sabor novo entrou na receita, as sementes de alcaravia. De sabor forte reminiscente do eucalipto e da estrela-de-anis, semelhante ao cominho mas mais amargo. Aroma apimentado e quente, um travo muito agradável e peculiar.
  Às favas com chouriço a minha mãe juntava ovo e deixava a cozer no vapor. Uma verdadeira iguaria, com a gema a espalhar pelas favas e o chouriço. Para variar desta vez levei ao forno, um misto de escalfado e tostado. Um acompanhamente cheio de sucesso. 


Desejos de um dia fantástico para todos!

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
FAVAS COM BACON E OVO NO FORNO

Porção: 4
Tempo de preparação: 20
 minutos

Tempo de Lume: 10 minutos
Tempo de forno: 5 minutos
Lume + Forno

 
Ingredientes:

  • 400gr Favas
  • 100gr Pedaços de bacon
  • 1 dente alho
  • 4 ovos (tamanho S)
  • 6 c.sopa Azeite
  • 1 c.café Sementes Coentros moídos
  • 1 c.café Alcaravia
  • pitada de sementes de mostarda amarela
  • piri-piri
  • sal q.b
  • sumo limão
Preparação: 
  Tire a casca a cada fava e lave bem.
  Saltei no azeite os pedacinhos de bacon. Junte o alho picado, alcaravia, sementes de coentros moídos, piri-piri  e as sementes de mostarda. Deixe ferver um pouco. Junte as favas e um pouco de água de modo a cobrir o fundo do tacho e tempere de sal. Passe para lume brando e deixe cozer as favas. Esteja atento para que o fundo do tacho não seque. Caso necessite acrescente um pouco de água. Rectique o tempero. Esprema o sumo do limão sobre as favas.
  Encha um prato refratário com as favas e bacon e abra um buraco no meio. Verta o ovo para a cavidade e leve ao forno preaquecido a 220ºC. O tempo de cozedura depende se gosta da gema líquida ou cozida.

  Fiquem bem!

sexta-feira, 12 de julho de 2013

Lulas salteadas com camarão e aroma de açafrão e coentros

  Com o calor que esteve a semana passada e início desta semana, o que se pede são pratos simples e rápidos de preparar.
  Cá em casa a placa do fogão está em guerra ou em greve. Ela lá vai vencendo e de momento estou reduzida a um bico de gás e o forno. Brevemente tenho de abrir a bolsa e investir numa nova mas com esta contenção de custos só lá para o final do ano. Alguém tem uma placa a mais perdida aí por casa??!! kekekekeke ...
  Nada de stress, passa-se a preparar refeições, de junta tudo no tacho e vai ao lume ou ao forno.
  Num destes dias, tirei um saquinho de lulas do congelador e segui a sugestão da M. Uma grande amiga, super prática que salteia as lulas, previamente cozidas, em cebola e alho. Roubei a receita e aromatizei com açafrão e coentros. E claro uns camarões para dar um toque chique! Obrigada M ficou muito bom.
  Gosto muito deste pequeno molusco mas dá cá uma trabalheira preparar. Apesar de as comprar  limpas, acabo por as lavar melhor, uma a uma. Tiro os tentáculos e esfrego-os de modo a retirar todas as impurezas das ventosas. Trabalho que compensa.
  Depois de limpinhas, cozem-se, salteiam-se e aromatiza-se. É super rápido e fica muito saboroso.

Bom fim de semana!
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
LULAS SALTEADAS COM CAMARÃO E AROMA DE AÇAFRÃO E COENTROS

Porção: 6
Tempo de preparação: 30
 minutos
Tempo de Lume: 20 + 5 minutos
Lume
 
Ingredientes:

  • 1Kg Lulas
  • 200gr Camarão
  • 1 Cebola
  • 2 dentes Alho
  • 1 c.chá Açafrão
  • 1 c.café noz moscada moída
  • 1 c.café pimenta preta e verde moída
  • 1 c.café sementes coentros moída
  • sal q.b
  • sementes de mostarda amarela
  • coentros frescos
  • limão
Preparação: 
  Retire as lulas e os camarões do congelador e coloque a descongelar lentamente.
  Comece por lavar bem as lulas e tire todas as sujidades no interior do saco. Corte as lulas de modo a obter rodelas. Á medida que se lavam coloque-as a escorrer num passador de rede. Deixe para o fim os tentáculos, lave-os e esfregue-os muito bem para retirar todas as impurezas nas ventosas.
  Coloque as lulas num tacho sem acrescentar água, tape e leve a lume forte. Deixe ferver por uns minutos, mexa e passe para lume brando. Ao fim de 15 minutos tire uma rodela e verifique se está cozido. Dependendo das panelas e da qualidade das lulas o fundo do tacho pode ou não ter água no fundo tacho. Esteja atento e verifique se durante o processo de cozedura o fundo do tacho está coberto de água. Isto para evitar que queime e para haver húmida para a cozedura. Assim que estiver cozido desligue o lume. 
Escorra a caldae reserve. E reserve as lulas.

  Pique a cebola e o alho finamente e leve a saltear no azeite. Quando a cebola estiver vidrada junte os restantes ingredientes, exceto os camarões, sementes de mostarda amarela e os coentros frescos. Deixe ferver um pouco e misture homogeneamente. De seguida passe para lume forte e junte as lulas e frite um pouco. Junte os camarões e as sementes de mostarda amarela. Tape o tacho e deixe cozer durante cinco minutos.  Verifique se necessário acrescentar um pouco de calda de cozer as lulas. O fundo do tacho deve estar coberto com um pouco de líquido para não queimar e para ter vapor para cozer os ingedientes. Envolva  os coentros frescos picados e algumas gotas de sumo de limão. Rectifique de tempero de sal.
Sirva de imediato.

Fiquem bem!

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Tomate Cereja assado, com aroma a alecrim e hortelã


  Uma receita muito simples de fazer e nada trabalhosa, com cinco minutos de preparação e quarenta minutos no forno está pronto para servir.
  Ideal para aproveitar o forno enquanto está a fazer um assado.Uma entrada com ingredientes saborosos e
  Uma entrada com ingredientes de sabor forte e ao mesmo tempo frescos. Ainda quente tira-se para cima do pão rústico e esmaga-se. O pão absorve o molho e fica a polpa no topo. Uma entrada colorida e diferente!

Até breve!
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
TOMATE CEREJA ASSADO, COM AROMA A ALECRIM E HORTELÃ

Porção: 4
Tempo de preparação: 5
minutos
Tempo de Forno: 54 minutos
Forno
 
Ingredientes:
  • 12 Tomate cereja (bem maduros)
  • sal
  • 1 c.sopa Azeite
  • 1 c.chá Vinagre balsâmico
  • Alecrim
  • hortelã
  • pimenta preta e verde moída na altura
Preparação: 
  Pre-aqueça o forno a 200ºC.
  Lave os tomates e distribua-os numa travessa refratária.
  Junte os restantes ingredientes num recipiente e esmague-os. Verta por cima dos tomates. Leve ao forno por 40 minutos.
  Sirva morno. Esborrache o tomate em cima de um pedaço de pão.

Fiquem bem!

Geleia de Marmelo

  Na época dos marmelos, tigelas de marmelada espalham-se pela cozinha a secar e o aroma invade a casa. Normalmente seguimos uma receita super rápida, que em menos de 15 minutos, na panela de pressão, fica pronta. É uma receita fantástica, onde aproveita-se quase toda a casca, significa menos trabalho e maior rendimento. A marmelada fica com aspeto grosseiro, cor avermelhada forte e sabor intenso. Obviamente que os caroços em bom estado não se deitam fora, congelam-se.
   Para além de marmelado também combinamos com outras frutas e obtemos compotas saborosas.  Novamente os caroços e cascas são congeladas.
  Ontem encontrei o último saco de caroços e cascas no congelador e rapidamente preparei uma geleia translúcida e aromática. Guardada na despensa para pincelar uma tarte, rechear um bolo, barrar torradas e tostas, acompanhar um queijo, enriquecer o yogurte e o kefir ou simplesmente para comer à colherada.
  Certamente este ano repetir-se-á o apanhar dos marmelos, o descascar, o fazer marmelada ... novo ciclo. Ao contrário dos outros anos prevê-se ano de pouca produção. O frio, os ventos e as geadas fora do tempo estragaram a flor. Agora resta ver se por serem menos o fruto será grande. Assim que tiver marmelos voltarei com umas novidades que ando ansiosa por experimentar.

Um bom dia para todos!

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
GELEIA DE MARMELO

Porção: 4 (frascos de 250ml)
Tempo de preparação: 10
 minutos

Tempo de Lume: 30 + 120 minutos
Lume

 
Ingredientes:

  • 1 Kg Cascas e Caroços
  • 1.5 Lt Água
  • 1 Kg Açúcar (por cada 1 Lt de calda da cozedura)
Preparação: 
  Coza as cascas e os caroços muito lentamente na água durante 30 a 40 minutos. Coe o líquido num passador de rede com um pano, isto para reter todas as impurezas.
  Meça a calda da cozedura e junte o açúcar, na proporção de um kilo de açúcar para um litro de calda.
  Leve a calda com açúcar a ferver em lume moderado até obter a consistência pretendida. Para testar basta deitar um pouco num prato e deixe arrefecer. Ao passar a colher no meio da geleia se fizer "estrada", já bom.

  Retire do lume. Verta de imediato para frascos esterilizados e encha até ao topo de modo a ficar a tampa em contacto com a geleia. Deste modo garante que não haverá ar dentro do recipiente quando fechar. Feche e vire o frasco ao contrário para criar vácuo.


Dicas:
Para esterilizar os frascos: encha os frascos até meio com água e leve ao microondas na potência máxima durante 3 minutos. Passe as tampas por água fervida. Antes de colocar o doce sacuda bem para retirar excesso de água.
Fique bem!

terça-feira, 9 de julho de 2013

Favas com caril e coentros

  Eu gosto de calor, mas TANTO!!!! Para os que estão de férias na praia é o melhor ano de sempre, verdade? De molho de manhã à noite ... Se pudesse era o que faria!!

  Com tanto calor não apetece comer, muito menos estar à volta dos tachos. Só apetece grelhados e acompanhamentos verdinhos e fresquinhos. Umas favas salteadas e aromatizadas com coentros são uma excelente sugestão.
Quem gosta?
   Penso que ainda não tinha mostrado a megas favas que tivemos este ano. Foram enormes e muitas, uma mega produção. Já apanhadas há muito em que parte foi descascada, capa tirada e guardadas no congelador. E algumas vagens guardadas no frigorífico, que permite ter favas frescas durante uma temporada. Descascar e tirar a casca de cada fava requer alguma paciência e tempo, mas compensa.
   Como podem ver este ano as faveiras foram enormes e cheias de favas. A semente foi a nossa amiga Maria José que encontrou. Para o ano é essa qualidade a semear. Meia dúzia de pés, deu três potes, dos grandes, cheios de vagens. Um pequeno espaço de terra, semear e colher. Voilá, favas para todo ano.
  Se tiver um pedacinho de terra aconselho a semear. Com pouco trabalho temos um excelente produto. Na Horta Bio pode encontrar uma explicação exacta de como proceder. Marque na agenda Novembro -semear favas!!
Tenham um excelente dia!

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
FAVAS COM CARIL E COENTROS

Porção: 4
Tempo de preparação: 20
 minutos

Tempo de Lume: 10 minutos
Lume

 
Ingredientes:

  • 400gr Favas
  • 6 c.sopa Azeite
  • 1 Cebola
  • 2 dentes de alho
  • 1 c.café gengibre seco
  • 1 c.café Sementes Coentros moídos
  • 1 c.chá Caril Jamaica
  • piri-piri
  • sal q.b
  • coentros frescos
  • sumo limão
Preparação: 
  Tire a casca a cada fava e lave bem.

  Saltei no azeite a cebola picada até alourar. Junte o alho, gengibre, coentro moídos, piri-piri e o caril. Deixe ferver um pouco. Junte as favas e um pouco de água de modo a cobrir o fundo da panela e tempere de sal. Passe para lume brando e deixe cozer as favas, de modo a estarem ainda rigas. Esteja atento para que o fundo da panela não seque. Caso necessite acrescente um pouco de água. Rectique o tempero. Esprema o sumo do limão e salpique com coentros.

Fique bem!

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Esparguete al' dente com ameijoa e coentros

 
  Para hoje um sugestão bem simples e saborosa de preparar.
 
»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
ESPARGUETE AL'DENTE COM AMÊIJOA E COENTROS

Porção: 4
Tempo de preparação: 10 minutos
Tempo de Lume: 15 minutos
Lume

 
Ingredientes:

  • 400gr Esparguete
  • 800gr Amêijoas
  • 4 c.sopa Azeite
  • 1 Cebola
  • 3 dentes Alho
  • 1 malagueta (sem sementes)
  • pimenta preta e verde, moída na altura
  • coentros semente moída na altura
  • 1 folha de louro
  • 10ml Vinho branco
  • sal q.b
  • 1 ramo coentros fresco
Preparação: 
  Comece por cozer a massa al'dente. Em média, pois depende do tipo de massa, para as 400gr de esparguete coloque em um litro de água ao lume. Assim que estiver a ferver introduza a massa e com ajuda de uma colher de pau movimente-a alguns segundos para que a cozedura seja uniforme. Junte uma colher de sobremesa de azeite (para mantê-lo mais solto) e outra de sal e mexa cuidadosamente. Note que a massa deve cozer em lume forte com a panela destapada.
  Al'dente significa que a massa fica firme e consistente após cozedura. Ou seja ao fim de 8 a 11 minutos de fervura deve estar no ponto certo. Para confirmar tire um fio e mastige-o para ver a consistência. Se no ponto certo vire de imediato para um escorredor e passe por água fria. Reserve.

  Leve ao lume forte o azeite, a cebola picada e a malagueta e deixe alourar um pouco. Junte o alho picado e saltei. Junte o vinho, pimenta moída, coentros moídos, louro, sal e deixe ferver por alguns minutos. Junte as amêijoas previamente lavadas e envolva no molho. Tape e deixe cozer por 5 a 10 minutos.
  Desligue o lume e de seguida envolva o esparguete e polvilhe com coentros frescos picados.

  Sirva quente.
 
  Fiquem bem!

terça-feira, 2 de julho de 2013

Enroladinhos de bacon



  O meu cantinho tem andado um pouco parado. Devem estar a pensar o que é feito da Paula??? Pois é a tal falta de tempo. Como a minha mãe diz o dia deveria ter mais de 24 horas ...

  Os dias mais longos e quentes convidam a encontros e convívios com familiares e amigos. Hoje deixo uma sugestão super rápida e saborosa. Pode ser preparada de véspera. Embrulhada em filme plástico para não secar e só preparada minutos antes de servir. Ao servir até parece que foi uma trabalheira ... kekekeke!


   Tiro a côdea das fatias do pão e guardo. Ou para fazer pão ralado ou para migas ,... não se deita nada fora!
  Com o rolo da massa espalmo as fatias. O pão deve ser fofinho e húmido. Já fiz com pão mais sobre o seco e depois de ir ao forno fica muito duro ... quase que parti um dente!
  
  Barro ao de leve um dos lados da fatia com manteiga amolecida e do outro lado cubro com uma fatias de presunto. Da mesa exala um característico aroma intenso e agradável. Não resisto e tire um pouco para provar!
  Enrola-se e prende-se com palito com dois ou três palitos. Corto cada rolo em 2 ou três partes iguais.
  Leva-se ao forno coberto para não secar muito depressa e para a gordura do presunto passar para o pão. Assim que o pão estiver tostadinho tira-se e pincela-se com manteiga ou fio de azeite sobre o topo.

  E já está! Super fácil e super bom.

  Esta receita foi-me dada pela amiga da minha mãe. Obrigada Selene pela super dica

Continuação de boa semana e de bons momentos!

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
ENROLADINHOS DE BACON

Porção: 8

Tempo de preparação: 10 minutos
Tempo de Forno: 5 a 10 minutos
Forno

Ingredientes:

  • 4 fatias pão branco sem côdea
  • manteiga
  • 4 fatias de presunto ou bacon
  • palitos
  • azeite
Preparação:
  Espalme as fatias de pão com o rolo de massa.
  Barre um dos lados da fatia levemente com manteiga amolecida. No lado oposto cubra com bacon/presunto. Enrole as fatias de modo a que o bacon fique para a parte interior.
  Corte cada rolo em dois ou três partes iguais. Prenda cada unidade com palitos para não desenrolar.
  Coloque numa forma e cubra com papel de alumínio. 
  Leve ao forno pre-aquecido a 220ºC durante 10 minutos. Mas tenha atenção e vigie para que o pão não queime. Caso comece logo a tostar diminua a temperatura do forno.
  Barre ao de leve com manteiga amolecida ou fio de azeite, a parte superior.

  Sirva quentinho!

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Batido de Kefir com frutos vermelhos, hortelã e mel

  Na astronomia, o solstício é o momento em que o sol, durante o seu movimento aparente na esfera celeste, atinge a maior declinação em latitude, medida a partir da linha do equador. Este acontecimento ocorre duas vezes por ano: em dezembro e em junho.
  Hoje dia 21 de junho às 06:04 ocorreu o solstício de verão. Hoje é o dia mais longo do ano e teremos de celebrar este dia, certo? Por esta altura deveria estar muito calor, mas o dia começou cinzento, frio e ventoso. Onde andas verão???? Até ao momento não há sinais ...

  Hoje de manhã comecei o dia a celebrar a chegada de uma nova estação, com um batido de kefir com frutos vermelhos, hortelã e mel. Pode ser que "São Pedro" se lembre de enviar uma vaga de calorzinho. O Instituto de meteorologia, prevê dias quentes a partir de domingo. Será que "São João" interveio?

  A todos um bom início de verão!


  Kefir é um probiótico produzido através da fermentação do leite. Tem uma consistência cremosa, com sabor agridoce, um leve trago a fermentação, refrescante e altamente saudável.
  O batido de kefir da Joana no cantinho prazer a cozinhar tinha uma aspeto tão bom e parecia tão saboroso que fiquei logo atenta por uma doação de grãos. Segundo a "corrente" os grãos não se vendem, dão-se. A Joana do cantinho le passe vite simpaticamente fez chegar cá casa uma mão cheia de micro-organismos. Agora o meu dia começa com um copo de batido fresquinho.


    Hoje não resisti e em vez de um copo foram dois. Adoro as cores do verão!


  Vermelho, a côr da confiança, da coragem e da vitalidade, contribui para uma atitude otimista perante a vida.
  Os alimentos vermelhos têm lipoceno, substância que age como anti-oxidante. Contêm também antocianina, que estimula a circulação sanguínea.
  Os morangos, mirtilos e cerejas são suculentas e saborosas.
  Gosto mesmo de vermelho!!!

Bom fim de semana!

»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»»
BATIDO DE KEFIR COM FRUTOS VERMELHOS, HORTELÃ E MEL

Porção: 1 

Tempo de preparação: 10 minutos
Frio
Ingredientes:

  • 250ml Kefir
  • 1 c sobremesa mel
  • morangos
  • mirtilos
  • cerejas
  • 1 folha hortelã
Preparação:
  Lave bem as frutas e retire todas as impurezas, caroços, talos e folhas. Corte aos pedaços.
  Junte ao kefir as frutas, mel e a folha de hortelã. Reduza a puré numa trituradora.

  Sirva frio!
 

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...